Resenha – Corpo Estranho

 

corpo-estranho

Autor: M. T. S. Dörrenberg
Páginas: 303
Editora: Empíreo
Nota: ⭐⭐⭐⭐️(4/5)

Sinopse: Corpo Estranho, de M. T. S. Dörrenberg, conta a história de Mear, um ciborgue construído para atuar numa exposição em Berlim. Ao conhecer uma mulher chamada O., Mear sai em uma jornada pelo tempo e espaço em busca de respostas sobre a composição do corpo. Ele pode se transformar na figura que quiser, viajar no tempo e entender qualquer forma de comunicação. Essas habilidades têm por finalidade permitir que o ciborgue se desenvolva no mundo humano, iniciando uma geração de novos seres.

Lunáticos queridos a resenha de hoje é sobre a história de Mear, um ciborgue construído em 2012 para uma exposição em Berlim. Sua rotineira vida consiste em dizer algumas palavras simples, rodar uns vídeos e ser objeto de apreciação dos turistas. Como todos sabem ou não ciborgues são capazes de inúmeras coisas por ter um organismo vivo adaptado com elementos cibernéticos e por muitos anos seus criadores desenvolveram o projeto, até que um dia,  Mear começou a funcionar.

Dotado de uma capacidade incrível como viajar no tempo e espaço seus criadores desejam vende-lo para os cientistas japoneses. Foi simplesmente por conta dessa habilidade de Mear que fiquei instigada a ler, exatamente por ser fan da série Doctor Who que consiste em um viajante do tempo.

Processed with VSCO with 4 preset

Desde o dia da sua criação o querido ciborgue nunca questionou nada e nem seus criadores, até conhecer uma artista que usa seu corpo para expressar a arte chamada O.

Com o passar do tempo O. fica cada vez mais próxima de Mear chegando a sugerir que ele deveria ser mais independente por ter sua própria consciência, após o fim do expediente do Museu decidi então que ele não vai ser mais mandado por humanos. Traça um plano de fuga com a O. iniciando sua incrível jornada.

“É tudo tão excitante. Conhecer você e o mundo é um privilégio. Não quero enferrujar num museu ou num laboratório. Mas para isso eu preciso de autonomia, como você disse.”

Processed with VSCO with 4 presetSua jornada pelo tempo e espaço explora e absorve sobre a existência humana, incrível o fato de personagens históricos serem introduzidos tornando os seus mentores como Leornado da Vinci.  Além dos artistas, ele também pode se comunicar com obras de arte, uma delas sempre achei muito fofa  a Vênus de Willendorf – aquela estátua meio estranha de 11,1 cm que mostra o ideal feminino de cerca de 22 ou 24 mil  anos atrás.

Gostei da história lunáticos apresentada pela autora e por abordar um pouco sobre arte e cultura, sendo o primeiro romance publicado dela esta totalmente maravilhoso. Acho que vocês sentiram um pouco do livro, não recomendo se esta acostumado com coisas rotineiras vai se cansar, por outro lado se quer abrir sua janela para novas experiências e formas literárias esse é uma ótima opção sem contar que é um livro nacional e devemos dar muito valor.

Se quiser adquirir: Editora Empíreo | Submarino

Quase esquecendo retomei meu skoob que estava esquecido no buraco negro, se quiser ou melhor você vai adicionar em nome da força basta só clicar no link: Skoob Blog flor de lua

Beijos meus lunáticos!

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s